domingo, 18 de janeiro de 2009

POEMAS DA BUGRA LOBA

Chove lá fora e aqui...
Lembrei da canção...
A espuma da cerveja...
A música no rádio...
E uma tempestade seca em meu coração...
Relâmpagos, trovões, e tempestades...
Porque se chove lá fora
Aqui dentro...
Só estiagem
E este cansaço,
Essa inaptidão...

6 comentários:

Anônimo disse...

Gostei muito da sua atitude de de compartilhar informações.......
Adorei

O Porta Luz. disse...

Quero ser o que de fato já sou seu.

mStavale disse...

Então sacode a poeira, respira fundo e pé na estrada. Porque é no ato de caminhar que as coisas mudam...
Não é mesmo?
Abraços.
Mas gostei da poesia.

Neh disse...

bonito e interessante Blog, creio que virei aki mais vezes

Telma Rossmann ** (TT Rossmann) disse...

Amiga eu estou perplexa e encantada com tanta coisa boa aqui no seu blog... eu amei tudo!!!o

Anônimo disse...

Adorei seu blog já indiquei pra vários amigos, gostei demais da seção dos e-books

Beijocas

Poemas da Bugra Loba

Bastava um olhar maroto Um toque sutil um sorriso matreiro um sopro leve ao ouvido uma voz entre linhas E cairia para sempre o medo de ser ridícula.

Oca

Oca

Oca da Bugrinha

Oca da Bugrinha