terça-feira, 28 de agosto de 2007

POEMAS DA BUGRA LOBA

Lasciva

Abusiva

Dissimulada

será a vida ?!

a banda que passa

o ônibus que freia

a bala que mata

Um comentário:

Cristiane disse...

O Rio tão belo, tão triste. Como poderam deixar chegar a este ponto? Como foram esquecer das nossas crianças e, estas esquecidas, transformaram-se em bandidos sem qualquer amor.

Triste.

Poemas da Bugra Loba

Bastava um olhar maroto Um toque sutil um sorriso matreiro um sopro leve ao ouvido uma voz entre linhas E cairia para sempre o medo de ser ridícula.

Oca

Oca

Oca da Bugrinha

Oca da Bugrinha